Sobre o trabalho de Web 2.0

13 03 2008
Build a Web 2.0 startup

Lembro a vocês que na próxima segunda-feira, 17 de março, faremos o seminário de discussão sobre Web 2.0. Vocês já estão separados em duplas e um trio, cada um responsável por um tópico do já clássico texto de Tim O’Reilly.Ainda que cada grupo tenha as suas tarefas específicas, é importante que todos leiam todo o texto. Isso ajuda na contextualização da idéia e a explicar melhor o seu capítulo.

Cada grupo terá dez minutos para apresentar o tópico. E como dez minutos não é uma vida, vale tudo para conquistar corações e mentes em sala de aula. Organizem as idéias em tópicos – o velho e bom PowerPoint ajuda nessas horas – e usem e abusem dos recursos disponíveis, como fotos, imagens, vídeos na web e sites, para rechear a apresentação.

Exemplos são fundamentais para explicar os tópicos.

Mixagem Web 2.0

Anúncios




Conteúdo persuasivo parte 2 – Linguagem Audiovisual e Sonora

20 04 2007

Quando trabalhos com produção de conteúdo na pespectiva da persuasão, nossos argumentos para convencer quem está “do outro lado da mídia” a respeito de um produto ou serviço podem ser apresentados também através das linguagens audiovisuais ou sonoras. No caso das análises sobre os comerciais selecionados por vocês, é possível perceber elementos em comum, mesmo que eles se valham de estratégias diferentes (alguns comparam, outros emocionam, outros divertem, etc).

– Uma produção audiovisual é uma NARRATIVA. Há uma história – na publicidade – sendo contada em 30 segundos (normalmente), 1 minuto ou mais.

– Começamos pensando em um resumo (sinopse) e depois detalhamos mais (argumento). (esse processo também serve para pensar o spot.)

– A linguagem persuasiva na publicidade gosta sempre de trazer elementos conhecidos e recombiná-los em novos contextos. Os elementos conhecidos são as “coisas” que estão por aí, nas ruas, na nossa imaginação, na cultura, na mídia, que trouxemos da infância, que assistimos no cinema, que lemos no blog do Secco, do Daniel, no jornal, etc.

– Toda narrativa de caráter publicitário defende uma tese, a proposta única de venda, como vimos em aula.Audio

E quando “perdemos” as imagens? Ganhamos o imaginário do ouvinte. A capacidade de criar um mundo, através (mais uma vez) de uma narrativa usando vozes, efeitos e trilhas sonoras.

Em publicidade, o melhor exemplo de conteúdo persuasivo sonoro é o SPOT. Na aula, ouvimos alguns. Para baixá-los ou pegar outros, vá na PASTANET da atividade no Minha Unisinos. E lembre-se de ver outra vez como é um roteiro de SPOT.

TAREFA para próxima aula: tente adaptar um dos comerciais assistidos ou que esteja em algum blog dos colegas para ser apenas ouvido, ou seja, em forma de spot. Que efeitos, músicas e vozes seriam necessários, como seria essa narrativa?

A propósito, por que mesmo que a gente precisa saber sobre conteúdo audiovisual e sonoro do tipo persuasivo na Comunicação Digital?

Do I need to say more?





Conteúdo Persuasivo – quando a publicidade ataca

13 04 2007

O campo da comunicação digital é repleto de soluções diversificadas que pedem, além do domínio sobre a produção de conteúdo de caráter informativo que absorve e trabalha características do jornalismo, é necessário saber trabalhar em cima das influências da linguagem publicitária, que nos traz a essência do conteúdo persuasivo.

Na última aula, vimos que para o desenvolvimento de uma argumentação persuasiva (de convencimento) na publicidade, partimos da necessidade de identificar claramente, qual é a Unique Selling Proposition (USP) de determinados produto/serviço/ação/causa/etc. Ou seja, a proposta única de venda é o núcleo em torno do qual se lançam diferentes possibilidades de “vestimentas”, que são as chamadas “estratégias criativas”.

Como tarefa para a próxima aula, vocês deverão:

a) Escolher 5 estratégias criativas mencionadas em aula

b) Pesquisar 5 comerciais (mensagem audiovisual) no youtube ou afins que se encaixem em cada estratégia escolhida na letra A. Um exemplo, foi o comercial do MSN que o Marcelo colocou no trabalho dele das análises de portais, blogs, IMs.

c) Postar os links dos comerciais e seus comentários dizendo o que está presente naquele comercial que o torna exemplo de uso do “humor” ou do “comparativo”, etc. (Sejam criativos)

d) explicar no mesmo post, qual a USP (Proposta única de venda) daquele comercial.

O PPT com a lista, explicação e exemplos de estratégias estão no PASTANET.

Dá um exemplo? Dou.

Comercial do Twix

Estratégia predominante:

Humor. Através de personagens caricatos e do exagero das expressões “chocolate, caramelo, etc” o comercial reforça o tempo inteiro as características básicas do produto em situações aparentemente tradicionais como parto, casamento, elevador.
Proposta Única de Venda: “chocolate, caramelo e biscoito no maior mix”.